bookmark bookmark  
Glenda DiMuro On August - 28 - 2010

Sempre que comento com alguém sobre a hora do almoço na Espanha a pessoa se apavora. No Brasil, normalmente estamos acostumados a comer entre meio dia e duas da tarde. Pois na Espanha o horário de almoço começa as duas e vai até as quatro, cinco horas…

Em muitas regiões do país existe a famosa “siesta”, que nada mais é que alguns minutinhos de descanso depois de comer, um tempinho para repor as energias para a jornada da tarde. Sentir aquele sono logo após o almoço não é nada de outro mundo, mas os espanhóis (principalmente os do sul, que sofrem também com o calor do verão) sabem melhor do que ninguém como aproveitar a sonolência e unir o útil ao agradável. Dizem os especialistas que este tempo de repouso é ótimo para a saúde, mas não deve ultrapassar os 30 minutos.

O fato de almoçar tão tarde faz a manhã ficar interminável. Quem começa a trabalhar as oito, nove horas da manhã logicamente não agüenta ficar só com o café no estômago até as duas. Ai vem outra curiosidade: muita gente toma dois cafés da manhã!!! Um quando sai de casa cedo (mais leve) e outro no meio da manhã. Obviamente, isto não é regra geral, mas muita gente faz isso sim!

Em Sevilla, a hora da “siesta” é sa-gra-da. Tudo, exceto bares e restaurantes (claro), fecham entre duas e cinco da tarde. Somente as grandes lojas multinacionais mantêm as portas abertas. Não adiante espernear, ou se acostuma, ou se acostuma. No inicio é bastante complicado, mas é assim: supermercado, farmácia, ferragem, papelaria… tudo fechado até depois das cinco horas, fazendo a jornada de trabalho se estender até as oito, nove horas.

Uma longa manhã, uma paradinha de 3 horas para comer e dormir e, é claro, uma longa tarde. Juro que me impressionava quando alguém marcava comigo as oito, nove horas da tarde!!! Não seria oito horas da noite? Para os espanhóis não.

E lojas 24 horas? Existem em Sevilla? Poucas, dá para contar nos dedos. Hoje em dia a cidade está lotada de “chinos” (como são chamados os pequenos mercados dos imigrantes chineses) que não cumprem os horários estabelecidos para o comércio. São os salvadores da pátria porque ficam abertos durante todos os dias da semana (ah, supermercado também não abre no domingo) até as 23 horas, às vezes até mais tarde. Uma loja de conveniência da rede do famoso Corte Inglés, chamada “OpenCor” também diz que funciona 356 dias ao ano até as duas da manhã. As farmácias da cidade fazem uma espécie de revezamento durante o mês (são as chamadas “farmácias de guardia”) e para saber qual delas estará aberta durante a madrugada ou nos domingos devemos consultar uma lista (ainda bem que é disponibilizada na internet). As lojas de roupas e os centros comerciais só funcionam aos domingos em temporada de Natal ou nos primeiros dias das liquidações.

Enfim, é tudo bastante diferente do Brasil. No inicio é complicado se acostumar com a confusão de horários, não só da hora do almoço, mas principalmente do comércio. Mas pouco a pouco o ritmo é absorvido e já não parece coisa de outro mundo almoçar na hora no café da tarde ou esperar até depois da cinco para comprar qualquer coisa.

Categories: Espanha

Comments Closed

5 comentários

  1. Ernani says:

    Salve Glenda!
    Confesso que acho muito mala encontrar todo o comércio fechado no meio do dia… mas não dá pra negar que é uma delícia dormir depois do almoço. Acho que o povo aí da sua terra é muito esperto…
    Valeu pela visita.
    bjos

  2. mirelle says:

    hahaha, que maximo! aqui, se der fome e quiser almoçar depois das 14h, ja nao tem mais nada aberto. Um saco! E td fecha as 7h da noite, aos domingos… sinto falta dos horarios de shopping do Brasil, mais amplos.

  3. Solano says:

    Eu não curto a siesta. Prefiro horários corridos, mas aqui em Málaga, onde vivo, eles tb fazem isso. No meu antigo trabalho a jornada era de 10 a 16. Perfeito.

  4. Emilia says:

    Oi Glenda, foi uma benção encontrar um site super bacana com várias dicas de quem mora na Espanha, especialmente em Sevilla!!! =0)

    Estarei indo para Sevilla em maio 2011 para fazer um curso de espanhol.Vou ficar em casa de família, com meia pensão. Escolhi este tipo de pensão, pq gostaria de aproveitar o dia, logo depois d curso para conhecer a cidade, porém, depois de ler a siesta, fiquei um pouco preocupada, rs. O que eu posso aproveitar na cidade nos horários de siestas? Pelo menos os restaurantes, museus, supermercados ficam abertos? Lá tem aquele esquema de passe de ônibus com 10 viagens por exemplo? Pensei em alugar uma bicicleta e usar como meio de transporte de casa até o curso, vc tem idéia de quanto é o aluguel?

    Mais uma vez parabéns pelo seu site.

    Beijão

Glenda Dimuro