bookmark bookmark  
Glenda DiMuro On November - 10 - 2010

Volta e meia me perguntam como funciona o processo de homologação de diplomas brasileiros na Espanha.  

Da mesma maneira que um diploma obtido na Espanha não vale automaticamente no Brasil, um título de ensino superior brasileiro necessita passar por um processo para ser validado na Espanha. E tudo isso normalmente inclui tempo, dinheiro e muito estudo.

A homologação permite que o diploma estrangeiro tenha os mesmos efeitos (tanto acadêmicos quanto profissionais) que um título acadêmico espanhol, em todo o território nacional.

Existem dois tipos de homologações e dependendo do caso os interessados devem dirigir-se a distintos órgãos competentes:

1)     Os títulos universitários, tais como licenciaturas ou bacharelatos, são de responsabilidade da Subdirección General de Títulos y Reconocimiento de Cualificaciones del Ministerio de Educación.

Existe uma lista de títulos universitários espanhóis que permitem a homologação e você deve procurar o equivalente ao seu no Brasil. Algumas profissões existem no Brasil mas não existem (ou não se permite homologar) na Espanha, portanto é preciso ter bastante cuidado.

Por exemplo: por aqui não existe a profissão de Engenheiro Civil como tal, já que o arquiteto tem mais atribuições que no Brasil. Neste caso, o interessado tem duas opções: ou tentar a homologação por um título de Aparejador / Ingeniero Técnico de Obras Públicas, especialidad en Construcciones Civiles (que seria um profissional técnico e não superior) ou o título de Ingeniero de Caminos, Canales y Puertos. É uma decisão importante, já que optar por uma ou outra influencia tanto nas provas que você vai realizar quanto no título final que vai obter, já que uma vez homologado, não se pode voltar a homologar (explicando: se você escolhe homologar por um diploma de aparejador, seu título vai ser de um técnico e não de um ensino superior. É um caminho mais curto e menos exigente, mas depois nunca mais poderá mudar para o título de engenheiro, ao menos que curse novamente a faculdade na Espanha).

 2)     Os diplomas de pós graduação, como mestrado e doutorado, passam por um processo mais simples e são homologados diretamente nas universidades espanholas.

Documentação necessária para a homologação de diplomas de ensino superior:

– Impresso de solicitud e pagamento da taxa;

– Fotocópia autenticada do documento que acredite a identidade e nacionalidade do solicitante (passaporte);

– Fotocópia autenticada do diploma (ou algum comprovante que acredite a sua expedição);

– Fotocópia autenticada do histórico acadêmico, onde constem todas as matérias cursadas (bem como a carga horária e as notas obtidas em cada uma) e a duração total do curso (em anos ou semestres).

Tanto o diploma quanto o histórico devem ser oficiais, onde apareça o carimbo ou selo da Universidade Brasileira, e toda e qualquer  assinatura que apareça deve ser reconhecida em cartório.

Ambos os documentos ainda devem passar por um processo prévio à homologação na Espanha. Necessariamente devem ser legalizados no Brasil pelo Ministério de Assuntos Exteriores e pela Embaixada Espanhola (qualquer Consulado Espanhol no Brasil pode fazer este trâmite para você. Procure o do seu estado ou o mais próximo – veja lista). Depois da legalização, estes dois documentos devem ser traduzidos para o espanhol por um tradutor oficial.

Tanto o diploma quanto o histórico escolar e o passaporte são imprescindíveis para dar início ao processo na Espanha. Muita gente entrega também o conteúdo programático de cada disciplina cursada, embora isto não seja solicitado nesta fase do processo. Aconselho a quem tiver grana sobrando que o faça, pois pode economizar tempo. Mas não esqueça que toda esta papelada também deve ser traduzida, o que custa uma nota preta. Mesmo assim, o fato de entregar um livro com tudo que foi dado em aula não é garantia de nada.

Onde entregar a documentação:

– Em qualquer Registro Público da Administración General del Estado, Comunidades Autónomas e alguns das Administraciones Locales.

– Em Madrid, diretamente nos registros do Ministério de Educação: C) Los Madrazo, Nº 15-17 ou Paseo del Prado, Nº 28 ou C/ Torrelaguna, Nº 58.

Resolução:

O proceso de solicitação da homologação é demorado. No meu caso, levaram nove meses para fazer um primeiro contato.

A resposta pode ser a homologação concedida, a denegação ou a homologação condicionada, que é o que ocorre com a grande maioria (me arrisco a dizer com todos) dos diplomas expedidos em países que não fazem parte na Comunidade Européia.

Homologação condicionada significa que você deve superar alguns requisitos formativos complementários. Neste caso, você receberá um informe dizendo quais as carências formativas observadas no seu historio escolar e lhe será dado um prazo para superar-las. Este informe também autoriza a sua matrícula em qualquer universidade espanhola.

Resumo da novela: você deve buscar algum centro educativo onde exista um curso igual ao seu e pedir que a secretaria avalie o seu informe e lhe indique em quais disciplinas você deve se matricular, já que nem sempre as matérias aparecem especificadas. Depois de aprovar e superar as tais carências do seu histórico, você deve dirigir-se mais uma vez ao MEC e reavaliar o seu processo.

No meu caso, eu pedi a homologação ao título de arquiteta. Nove meses depois que entreguei a documentação, chegou uma carta dizendo que eu tinha carências em estruturas, urbanismo e instalações, e que poderia ou realizar provas ou fazer um Trabalho Final de Graduação (onde deveriam ser abarcados todos estes quesitos). Um TFG no Brasil é pior que um parto (meus amigos arquitetos que já passaram por isso podem confirmar), quem dirá na Espanha com seus Códigos Técnicos da Edificação e o diabo. Final da história: nunca me atrevi a me matricular e perdi o prazo. Agora se quiser tentar homologar novamente, tenho que começar o processo do início.

Enfim, não é uma coisa fácil, mas não é impossível. Também não é um processo que se faz de um dia para o outro, sem muito esforço e dedicação. Muito pelo contrário.

Se você pretende viver na Espanha por muito tempo, vale a pena tentar. E fica a dica: procure uma Universidade onde você conheça pelo menos alguém que já conseguiu homologar um título da sua mesma área. Facilita bastante o trabalho.

Boa sorte!

Mais informações: aqui e aqui

Categories: Espanha

79 comentários

  1. Então compensa mais estudar um curso superior inteiro na Espanha, huahuauhuahua…
    Pretendo ser arquiteto assim que aposentar-me. Não quero voltar a estudar agora porque eu e minha esposa pretendemos ser um(a) filho(a) logo e eu não gostaria de ficar ausente dos primeiros anos de vida de nosso(a) herdeiro(a). Não sei o que Deus reservará para nós depois que conhecermos a Espanha, mas foi bom saber dessa burocracia toda. Ela poderá ser muito útil para nós ou mesmo para algum conhecido nosso que queira mudar-se para lá.

  2. Lena says:

    ¡Enhorabuena por el post!

    Olá Glenda, mais claro impossível toda a informaçao que disponibilizaste!
    Também ando na luta para “homologar el título” de arquiteta em Espanha e é verdade: faz falta tempo, dinheiro, organização e paciência!
    Só não podemos desistir!
    ¡Besitos desde Galicia guapa!

  3. Renilse says:

    Glenda,

    Te parabenizo pela disponiblidade…ao ler seu post pude lembrar da Odiséia da homologaçao(parte I) rsrsrs. Dei entrada no meu processo em julho. Aguardo as cenas dos próximos capítulos juntando os euros e programando o tempo para cumprir as exigencias que virao…

    Um beijo!!!

  4. Gabriela says:

    Oi, vcs podem me informar sobre um tradutor juramentado para o espanhol em São Paulo. Ouvi dizer que na Espanha eles ñ aceitam documentos traduzidos por tradutor brasileiro, é verdade isso? Obrigada!!

    • glenda.dimuro says:

      Olha Gabriela, normalmente o Consulado Espanhol em São Paulo tem uma lista com vários tradutores juramentados. Qto aos documentos traduzidos por brasileiros não valerem ba Espanha, é mentira. Acontece que o tradutor deve ser JURAMENTADO de verdade, com número de registro e essas coisas…se não, não vale.

  5. Ytamara Clara says:

    Será que para cursos tecnicos é o mesmo procedimento? terminei Edificações no Cefet.

    • Glenda DiMuro says:

      Muito provavelmente você terá que homologar seu título por um equivalente, pois acho difícil ter algum curso técnico com o conteúdo das disciplinas igual ao daqui. Mas acho que tá para tentar sim!

  6. André Lopes Flores says:

    Olá, Glenda, como vai?
    Navegava pela internet procurando informações exatamente contrárias: Como validar um diploma Espanhol no Brasil? Felizmente deparei-me com suas palavras e me ocorreu pedir sua dica. Pretendo iniciar um curso de Mestrado (Máster) em uma destas duas Intituiçõs: Centro de Estudios Sócrates ou Universitat Autònoma de Barcelona. Trata-se de um curso na área do Direito, específicamente trata-se de um curso de “Perito Calígrafo y Documentoscopia”. Você conhece estas Instituições de Ensino? Sabe dizer algo sobre a possibilidade de validar os diplomas emitidos por estas, aqui no Brasil? Sabe algo sobre este procedimento de validação no Brasil?
    Uma última e importante informação: o curso seria realizado na modalidade “à distância”.
    Grato por suas palavras,
    André Flores – Rio de Janeiro, Brasil.

    • Glenda DiMuro says:

      Oi André. Da Universidad Autonoma eu já ouvi falar, mas não coheço ninguém de lá. Com relação a cursos realizados a distância, há algunos anos atrás o MEC não via com bons olhos nenhum curso desse tipo. Inclusive na UFRGS, em Porto Alegre, onde reconheci meu diploma de Máster, eles exigiram uma cópia de todas as folhas do meu passaporte para garantir que o curso foi presencial e que eu estive aqui durante todo o tempo…Minha sugestão? Se realmente queres convalidar o curso no Brasil, antes de te matricular busque uma Universidade para reconhece-lo posteriormente, pergunte as exigências e veja se são compativeis com o curso a distância. Muita gente que não pretende entrar no mundo acadêmico não precisa necessariamente reconhecer um diploma, já que muitas empresas privadas não exigem.

      • Andre Flores says:

        Muito obrigado pelas respostas. Já imaginava algo parecido quanto so setor privado não fazer exigências de validação, e essa será a aplicabilidade. Quanto a forma como o MEC vê o o curso não presencial, “deve” ter mudado alguma coisa, pois, na Universidade onde concluí minha Pós cerca de 50% dos cursos oferecidos são não presenciais. E assim caminha a maioria das Faculdades… Mas, como bem frisado por você, farei as constatações porque aqui é fácil encontrar situações de “dois pesos e duas medidas”.
        Quanto ao curso que desejo, infelizmente, ainda não é oferecido na modalidade Master Oficial, somente Máster. Muito obrigado mais uma vez, forte abraço.

  7. Candida says:

    Ola Glenda! Foi muito bom achar seu blog!=)Obrigada!
    Vou aproveitar para lhe perguntar:
    -Tu sabe se a homologacao feita na Espanha vale para paises da Unicao Europeia?
    Candida, Porto Alegre.

    • Glenda DiMuro says:

      Oi Candida. Meus amigos de outros países da Europa que trabalham em Sevilla precisaram homologar seus títulos, mas é um processo diferente, muito mais rápido, fácil e com a seguraná de que sim, vai ser aprovada a homologação (acho que nem se chama assim). Provavelmente um diploma homologado na Espanha em outros países deverá passar por este mesmo processo.

      • Priscilla says:

        Oi Glenda, mas se eu homologar meu diploma na Espanha e depois quiser trabalhar por exemplo na Alemanha (ambos fazem parte da UE), tenho que homologar do Brasil pra alemanha de novo? Ou o que homologuei na Espanha passa por um processo bem mais simples por ser ambos da UE?

        É que pra mim homologar na Espanha é bem mais fácil porque já tenho cidadania lá, mas estou terminando os estudos no Brasil, porém pretendo ficar na Alemanha rs

        • Glenda DiMuro says:

          Ter o não ter cidadania não muda em nada o processo em si da homologação, já que não importa de onde é seu passaporte, mas sim seu diploma. Igualmente vais ter que passar por um tribunal de homologação e apresentar um trabalho final de graduação. Acredito que depois seja um pouco mais fácil homologar seu diploma espanhol na Alemanha, mas desconheço o processo por lá. De qualquer forma, alguma burocracia terá, pois não é automático.

  8. Eduardo Camacho says:

    Olá Glenda, obrigado pelas informações.
    Estou pretendendo ficar 6 meses em Madrid para uma curso de especialização em Enfermagem. Um hospital universitário tem programas para estrangeiros e me mandou uma lista de documentos para providenciar. A minha dúvida é que eles pediram para eu homologar meu título de enfermeiro, posso fazer isso aqui no Brasil? Vc sabe onde devo ir? Quais passos seguir?
    Estou perdido e o programa comecará em janeiro de 2012. Será que vai dar tempo? Aguardo seu contato. Meu email camachoef@gmail.com
    Obrigado pela ajuda.

    • Glenda DiMuro says:

      Olha Eduardo, que eu saiba a homologaçao do título é feita na Espanha. Para exercer a profissão deve ser feita junto ao Ministerio de Educação e pode levar vários meses até sair a resposta…que normalmente diz que vc tem que fazer uma série de provas. Esse curso é por alguma universidade? Normalmente para cursos de posgraduação é a propria universidade a que “reconhece” seu diploma, para fins exclusivamente acadêmicos, não para exercer a profissão.

      • Eduardo Camacho says:

        Obrigado Glenda, acabei de mandar um email para o Hospital Universitário explicando que não vou trabalhar como enfermeiro e sim apenas fazer uma pos-graduação. Realmente demora muito.
        Vou aguardar a resposta de lá e depois eu comento aqui.
        Abraço e muito sucesso. Parabéns pelo site. Eduardo.

      • erika says:

        gostaria de sabe rcomo faço pra convalidar meus estudo na espanha, quero tenatar a universidade le, mais para isso preciso saber se posso convalidar meus esttudos do segundo grau, e temabén meu curso tec de enfermagem

  9. Jaciele Sell says:

    Oi Glenda.
    Quero muito ir fazer meu doutorado na Universidade de Granada, mas para isso precisarei validar meu diploma de mestre. Sabe se é muito demorado? Custa muito? E se eu resolver fazer novamente o mestrado, um ‘máster’, terei q validar meu diploma de graduada tambem?
    Tomara q possa me ajudar.
    Abraço.
    Jaci.

    • Glenda DiMuro says:

      Jaciele, informe-se bem junto à Universidad. Normalmente para fins acadêmicos o processo de homologação é feito na própria universidade, assinado pelo reitor mesmo, te permitindo fazer o curso e simplesmente estudar (não trabalhar) nessa instituição.

  10. Jaciele Sell says:

    Oi Glenda,
    Que alívio saber disso.
    Mas por outro lado, ja faz um tempo que estou enviando email p a ‘Escuela de Posgrado’ da UGR e eles não me respondem nada objetivamente, apenas me remetem a outros sites, embaixadas, conselhos, etc… estou ficando aflita!

    Mas muuito obrigada, é sempre bom ‘ouvir’ dicas de quem tem mais experiencia no assunto.

  11. Marcelle says:

    Ola Glenda!!!

    Estou cursando a Univerdade no Brasil, mas ainda nao terminei e gostaria de fazer um intercambio na Espanha.Pra eu saber em que Universidade espanhola posso me escrever e em que curso ou disciplinas posso pegar, tenho que me informa na minha universidade ou no consulado Espanhol???

    Gracias!

    • Glenda DiMuro says:

      Oi Marcelle. A primeira coisa a fazer é ir na sua universidade e perguntar se eles tem algum convênio com alguma universidade espanhola, isso é importante na hora de convaldiar os créditos das disciplinas quando você voltar ao Brasil.

  12. andreia says:

    Olá! Li tudo o que vocês postaram mais ainda estou com dúvidas…onde vou primeiro levar todos os meu documentos e diplomas? Como faço para iniciar tudo? Sou dentista e quero validar meu diploma na Espanha! Por favor me dêem uma luz!Estou perdida! Obrigada!

    • Glenda DiMuro says:

      Andreia, é só ler o texto: tens que levar na Subdirección General de Títulos y Reconocimiento de Cualificaciones del Ministerio de Educación da sua cidade.Boa sorte.

  13. andreia says:

    Obrigada! 🙂

  14. Marcelo Martins says:

    Olá, Glenda.

    Me chamo Marcelo e estou com uma duvida.

    Existe na Espanha algum curso tecnico voltado para segurança do trabalho?

    Porque, tenho vontade de fazer a homologação do meu diploma de tecnologo em segurança do trabalho, mas creio que não ha nenhum curso superior em segurança do trabalho na Espanha. então, eu estava pensando em homologar como tecnico. Desde ja obrigado pelas dicas acima.

    • Glenda DiMuro says:

      Oi Marcelo. Que eu saiba existem cursos a nivel de pós graduação. Só conheci engenheirose arquitetos seguranças do trabalho. Mas não sei, pode ser que exista. Boa sorte

  15. Danielle says:

    Oi Glenda ! Sou dentista e estou me formando , daqui a dois anos em Direito ! Tenho vontade de mudar de vida , e morar ai na Espanha , mas nao toparia trabalhar em subempregos !!! Pelo que li, os tramites são muito difíceis e longos . Conhece algum dentista ou advogado que tenham conseguido entrar no mercado de trabalho aí, revalidando diplomas ?! Ou seria mais fácil, começar uma nova Graduação , aí ??? Obrigada .

    • Glenda DiMuro says:

      Danielle, não conheço ninguem que tenha conseguido (ou ao menos tentado) homologar seus títulos nessas profissões. Não conheço, o que não significa que ninguém tenha conseguido, óbvio. Advogado estrangeiro (com faculdade latina) no mercado de trabalho aqui não conheço nenhum. Dentista até conheço um argentino, mas que vive aqui há tanto tempo que acho que homologou seu título antes de 2000. Para ser sincera? É um trâmite muito burocrático e demorado, só vale a pena se de verdade pretendes morar a “vida inteira” aqui. Do contrário, não vais poder exercer a profissão até resolver isso, e podem se passar dois, três anos ou mais. Boa sorte!

  16. Danielle says:

    Obrigada, Glenda !!!! Eu imagino o quanto seja dificil. Tenho que analisar mtas coisas , e realmente talvez nao seja tudo o que imagino !!!! Mas de qualquer forma, obrigada . Bj

  17. Danillo says:

    Oi Glenda. Pretendo agora iniciar meus estudos em Arquitetura aqui no Brasil. Fazer uma pós na Europa voltada para construções sustentáveis e a Espanha é um dos países que tenho em mente. Supondo que meus estudos durem 2 anos por aí, é permitido que eu trabalhe na área de arquitetura enquanto os trâmites da homologação não se resolvem? É possível que algum empregador faça contratação independente da homologação? Li em algum relato seu que trabalha na área não tendo o seu diploma ainda homologado, pode me falar um pouco sobre seu trabalho? Pretendo sair daqui formado em Arquitetura e com curso técnico em edificações. Por fim, muito legal o visual do seu blog e a clareza dos seus textos!

    • Glenda DiMuro says:

      Danillo. Aqui NÃO TEM EMPREGO!!! Muito menos para ARQUITETO!!!! Nem trabalho na área, nem perto da área, nem fora da área. Se quiser vir estudar, venha com dinheiro no bolso!

  18. Regiane says:

    Oi Glenda,td bem?…Namoro um espanhol há 2 anos e ele está querendo que eu vá morar com ele lá para estudar,provavelmente ano que vem.Me formei em Administração em 2011 e gostaria muito de fazer uma pós graduação na área financeira em Sevilha ou Granada.Gostaria de saber o que preciso fazer para validar o diploma de administração e fazer essa pós?E fazendo isso eu consigo trabalhar legalmente na área que fiz a pós?
    E adorei o seu blog,parabéns!

    • Glenda DiMuro says:

      Para matricular-se numa post vc vai precisar fazer uma série de coisas.
      1) Reconhecer as firmas do seu diploma e histórico.
      2) Enviar para o Ministério de Relações Exteriores.
      3) Enviar para a Embaixada Espanhola no Brasil. No Consulado eles podem dar entrada no processo.
      4) Por fim fazer a tradução juramentada dos documentos.

      Aqui na Espanha, o seu diploma será reconhecido APENAS para fazer o curso de pós em questão, NUNCA PARA EXERCER A PROFISSÃO. Para isso é necessário fazer o que diz ai no post.O fato de vc fazer uma pos aqui não lhe dá este direito.

  19. Michel says:

    Sinceramente e tão difícil, pior que o psicológico fica ali na corda bamba do sim ou do não, sou casado aqui na Espanha quero homologar meu diploma de Enfermagem mas só de imaginar esse caminho árduo… Você saberia dizer se para algumas áreas e mais fácil que para outras?

  20. Gabriela says:

    Olá, estou entrando com o processo e tenho uma dúvida. Sou do RS e aqui não temos nenhum tradutor, em SP existe apenas uma que faz isso. Mas ouvi dizer que por exemplo quem entra com processo no RJ não pode traduzir no brasil, porque eles nao reconehcem as traduções, ou seja, qualquer consulado pode me ajudar ou tem que ser em SP? e os outros consulados podem enviar pra SP?

    • Glenda DiMuro says:

      COMO NÃO TEM NENHUM TRADUTOR JURAMENTADO NO RS???? Só na minha cidade, Pelotas, conheço ao menos dois. Em Porto Alegre deve ter outro punhado. Qualquer tradutor juramentado vale, para ter esse título eles tem que passar por um concurso, não são qualquer tradutor, são oficiais e válidos em qualquer lugar do mundo.

      • Gabriela says:

        Desculpa Glenda, mas para que os papéis sejam válidos na Espanha deve ser um tradutor juramentado reconhecido na ESPANHA. Me informei tanto no consulado de Porto Alegre como no de São Paulo e no BRASIL inteiro só existe uma pessoa, Maria del Pilar, em São Paulo.
        É com ela que vou mandar. E eu também moro em Pelotas. Eu soube de tudo isso, pois falei com o Consulado Geral de São Paulo, cuida com a informação que passa, porque se eu tivesse pego qualquer tradutor e chegasse na Espanha eles teriam negado meus papéis no ato.

        • Gabriela says:

          Para completar, essa moça passou por concurso público no Brasil e também na Espanha, não basta apenas passar em concurso publico no Brasil.

        • Glenda DiMuro says:

          Gabriela, isso não é verdade, ou pelo menos não era até ontem. E essa Maria del Pilar deve estar ganhando muito dinheiro e tendo muito trabalho!!!! Imagina uma única tradutora para todo Brasil… Enfim, toda a minha documentação brasileira que usei aqui na Espanha (diplomas, históricos, certidão de casamento, etc.) e de mais um punhado de gente que conheço foi traduzida ai no Brasil mesmo (e em diversos outros países), por diversos tradutores juramentados de diversos estados. De todas formas, se virou “monopólio” nem quero imaginar quanto essa pessoa está cobrando por traduzir documentos do Brasil inteiro (e ter tempo para isso)! Com certeza traduzir aqui na Espanha sairia mais barato…

          • Gabriela says:

            Olha, te digo o que me foi informado no Consulado de São Paulo, que o tradutor deve ser reconhecido na Espanha. Para saber os tradutores reconhecidos, basta acessar: http://www.maec.es > Servicios al ciudadano > Traductores-intérpretes jurados > Listado de los traductores-intérpretes en ejercicio.

            Se antes podia outras pessoas? Não sei. Só sei que agora quem pode são os que estão na lista espanhola. Estão espalhados por diversos países.

            De acordo com o relato de pessoas que validaram seu titulo a tradução aqui no Brasil sai mais barata. Eu pedi orçamento para ambos tradutores, assim que sair um preço posso postar aqui…

  21. Juliana says:

    Olá!!
    Alguém já tentou homologar para Odontologia na Espanha?
    Alguma dica ou quer compartilhar sua experiência comigo?
    Gracias!

  22. Daniela Brum says:

    Olá Glenda! Obrigada pelas informações.

    Sou de Pelotas/RS e estarei mudando-me para a Espanha. Gostaria de revalidar meu diploma lá ou em Portugal. Minhas perguntas: Qual seria o valor aproximado de investimento para tradução do conteúdo programático de cada disciplina cursada e não seria mais barato revalidar em Portugal (por não necessitar a tradução)? Parece que enfermagem é válida em toda União Européia, revalidando o diploma em algum dos países membros.

    Atenciosamente,
    Daniela Brum

    • Glenda DiMuro says:

      Oi Daniela. Estou por fora dos preços, nem sei nada sobre o processo em Portugal. Até onde eu sei, um diploma não vale em toda a UE, mas é bem mais fácil validar um diploma da UE que do Brasil. Ou seja, depois de fazer o processo em Portugal, provavelmente seja mais fácil trabalhar em outro país. Boa sorte!

  23. William says:

    Olá Glenda parabéns pelo site!!
    Sou advogado e gostaria de fazer um mestrado ou doutorado na Espanha.
    Gostaria de fazer uma pergunta objetiva
    Em tem termos práticos o que é melhor eu já ir com o diploma de graduação homologado ou realizar o processo ai junto à faculdade?
    Se já for com o diploma homologado facilitaria eu conseguir a matrícula ou não tem nada a ver isso?
    Outra questão importante… E quanto ao idioma? Tem algum pré requisito? nivel?
    Obrigado

    • Glenda DiMuro says:

      Willian, o diploma se “homologa” aqui na Espanha. Na verdade é reconhecido pela universidade simplesmente para a realização do doutorado (nessa universidade), ou seja, não serve para exercer a profissão nem nada. A maioria dos programas de doutorado não faz exigencia sobre idiomas, mas tudo depende da universidade que vc escolher. Boa sorte!

  24. Pilar says:

    Muito bom o teu post, eu sou psicóloga e homologuei meu diploma na Espanha, conto para vocês que foi um processo longo demais, depois de entregar todos os documentos certinhos, demoraram quase dois anos em dar resposta e tive que apresentar prova para sete matérias que eles acharam que não tinha o perfil exigido na Espanha. Logo que recebi a resposta deles veio a parte fácil, eu apresentei primeiro três matérias em abril acho e logo quatro em julho, quer dizer em seis meses fiz a minha parte já que tive que estudar que nem louca, fiz na Universidade de Málaga onde uma amiga tinha feito anteriormente, em novembro desse ano que foi em 2009 obtive o meu titulo homologado na Espanha. Assim que de jeito nenhum é impossível, tem muita profissão que tem muita saída na Espanha, enfermagem, odontologia, medicina, isso pelas pessoas que eu sei tem feito também todo o processo.
    Mas vou dar uma péssima noticia, não tenho encontrado emprego na Espanha, de nada na minha área (desde novembro de 2009 até abril de 2014), assim que aconselho observar bem as saídas laborais antes de dar este passo, quer dizer passar por tudo isto pode ou não valer a pena dependendo do anterior. Na verdade agora nem tenho emprego nenhum há quase dois anos e nem o meu marido. Esta é minha experiência. Obrigada e boa decisão.

    • RRR says:

      Oi Pilar. Sou Renzo. Poxa, será que posso entrar em contato contigo. Minha sogra é de Malaga/Madrid. E minha esposa quer revalidar Artes Plásticas. Eu medicina. E inicialmente Málaga é nossa primeira opção. Depois de nossa filinha estamos tristes/desesperançosos com nossa terra. Será q posso divulgar meu email aqui?

    • RRR says:

      Vi que alguem publicou. Vou escrever em códigos, kkkk.
      Meu primeiro sobre nome é venturin e o sobre nome que veio do meu pai é mozzer. Aí é só juntar os dois mais @posta.it. Obrigadão.

    • Eliana says:

      Pilar tb sou psicóloga na Finlândia e iniciei o processo de homologação na Finlândia. Porém mais documentos foram exigidos inclusive o conteúdo programático traduzido que vai custar uma pequena fortuna. Mas ando pensando se esse processo realmente vale a pena já que os custos são altíssimos e não há garantia de que vai dar certo. Difícil admitir que 5 anos de estudos vão pro lixo.

  25. Gabriela says:

    Olá Glenda, poderia me tirar uma dúvida. O seu passaporte autenticado precisou os carimbos dos ministérios e consulados? Ou apenas faço uma cópia autenticada no Brasil ou na Espanha mesmo. Tenho todos os outros documentos, estou com dúvida nesse.

    Obrigado

    • Glenda DiMuro says:

      Passaporte autenticado?

      • Gabriela says:

        Oi heheh sim, tá mal formulada a pergunta 😛 agora que me dei conta. O que eu queria dizer era: Após você fazer a fotocópia do passaporte como autenticou? O local que você entrega autentica pra você?

        E a fotocópia do passaporte necessita os carimbos do ministério das relações exteriores no Brasil e do Consulado da Espanha?

        Obrigado

        • Glenda DiMuro says:

          Gabriela, eu nunca precisei de fotocopia autenticada do passaporte, só aqui na Espanha já quando fui fazer a matricula na Universidade por questões burocráticas… Mas o que tem a ver o passaporte com o ministério de relações exteriores? Você não está falando do diploma???? É o diploma e o historico escolar que precisam ter todas as firmas reconhecidas e passar pelo ministerio e consulado para ter alguma validade aqui.

  26. Sara says:

    Oie, Glenda. Fiz um MBA em SP (672h aula, em instituição acreditada pelo AMBAR) e agora, como requisito para ingressar no Doutorado na universidade de Zaragoza, está sendo exigido a demonstração de que este curso é equivalente ao Master Oficial na Espanha e que seja o bastante para realizar um doutorado no Brasil.
    O caso é que o Master Oficial espanhol não tem equivalente no Brasil (já que não adotamos o sistema de créditos) e, atualmente, para cursar um doutorado no Brasil não é mais obrigatório a conclusão prévia do mestrado stricto senso (acadêmico). Ou seja, me parece que sim, seria possível cursar um doutorado na Espanha demonstrando ter um MBA feito no Brasil.
    Vc sabe algo relacionado ao tema??
    Obrigada e parabéns pelo post

    • Glenda DiMuro says:

      Não sei nada sobre o tema. De todas formas, o processo de seleção de doutorado para estrangeiros é separado e com certeza na universidade eles podem te informar como demonstrar esta equivalência. Mas o fato de não ser mais exigidio mestrado no Brasil não significa nada aqui, já que as leis são outras. Até onde sei, um MBA não é um mestrado stricto senso, e por tanto não deveria ser obrigatoriamente aceito como um master oficial na Espanha (o que dá acceso ao doutorado). De todas formas, os novos programas de doutorado do Plan Bolonia agora fazem tudo no mesmo “pacote”, e dependendo do programa se faz tudo em 5 anos.

  27. Bruna Marques says:

    Boa noite!
    Gostaria de saber se ha possibilidade de fazer uma pos-graduaçao a distancia pelas Universidades Espanholas, caso não tenha, qual o tempo minimo para concluir uma pos ai na Espanha?
    Sou Bacharel em Direito.
    Obrigada!

  28. Cristiane says:

    Ola cursei aqui no brasil ate o terceiro periodo de enfermagem,quero terminar na europa sera que as materias q ja fiz serao aproveitadas?como devo comecar a proceder?

  29. WANDESIO CORREA says:

    GLENDA, AGRADEÇO DESDE JÁ OS COMENTARIOS… BUSCAVA ALGO SEMELHANTE. NO MEU CASO, SOU MEDICO PEDIATRA EM BRASILIA. MINHA GRADUAÇAO É PELA UBA, UNIVERSIDADE DE BUENOS AIRES, UNIVERSIDADE PUBLICA DE RENOME. E MEU REGISTRO NO BRASIL É PELA USP, QUE REGISTREI AUTOMATICAMENTE NO ANO 1997. FIZ RESIDENCIA EM PEDIATRIA NO ESTADO DE GOIÁS, UMA RESIDENCIA PUBLICA DO ESTADO, RECONHECIDA PELO MEC COM TITULO DE ESPECIALISTA EM PEDIATRIA.
    TENHO INTERESSE EM TENTAR A REVALIDAÇAO DE MEDICINA NA ESPANHA. MAS COMO MEU TITULO É EM ESPANHOL ARGENTINO, E A REVALIDAÇAO PELA USP NAO SEI COMO PROCEDER.
    MORO EM BRASILIA, SOU GOIANO. TRABALHO ATUALMENTE NO SERVIÇO PUBLICO DE BRASILIA E GOIAS COMO CONCURSADO, FUNCIONARIO PUBLICO. SOU FORMADO HÁ 18 ANOS PELA UBA. TEM ALGUMA NOÇAO DE COMO COMEÇAR ESTA LONGA ESTRADA? AGRADEÇO A ATENÇAO E O TEMPO.
    OBRIGADO. WANDESIO CORREA

  30. Juliana says:

    Glenda, adorei seu texto, muito esclarecedor. Mas fica uma sugestão pra você, caso vc ainda não tenha feito a sua homologação (pois vejo que o texto é de 2010): O CAU recentemente fez um acordo com a Ordem dos Arquitectos de Portugal para o registro – permissão para trabalhar nos dois países. Ou seja, creio que vc seja filiada ao CAU (caso vc tinha seu registro no CREA). Será que através desse acordo, não facilitaria a homologação do título de arquiteto na Espanha? Sobre o acordo: http://www.caubr.gov.br/?p=17388

  31. Walter Vidal says:

    Olá,

    Sou fisioterapeuta e queria saber se consigo homologar para exercer a profissão na Espanha? E queria saber também se tu tens ideia de como é esse mercado na própria Espanha?

    Obrigado

  32. Nanci Stankevicius says:

    Oi Glenda! Sou medica ginecologista e gostaria de saber se você sabe alguma coisa a respeito da validação do diploma em Medicina. Sei que a situação econômica da Espanha não é muito boa e que estão dificultando a validação dos diplomas como uma reserva de mercado. Isso procede? Obrigada.

  33. rosiane says:

    ola Glenda..boa tarde
    Sou casada com um europeu e pretendemos morar na espanha futuramente…temho curso superior em licenciatura plena de 1° a 4°serie do ensino fundamental.
    Caso resolvermos morar na espanha,gostaria de saber para dar continuidade na pos ou mestrado como tenho q fazer..aguardo resposta…obrigada

  34. Alexandre Reis says:

    Olá Glenda, estou com uma duvida meio cruel, to terminando a pos graduação em engenharia de segurança no trabalho e estou com alguns contatos para trabalhar em Madrid, o que necessito para poder exercer essa função na Espanha??

  35. Eli says:

    Olá Glenda, recentemente minha esposa adquiriu dupla cidadania alemã, e estamos pensando em viver na Espanha, logo, como eu sou apenas brasileiro e com nível superior em Administração, pensei que se eu validar meu diploma de Administração na Espanha, poderei arrumar algum emprego. Você acha que isso seria possível, já conheceu alguém (um brasileiro) que validou seus estudos em alguma Universidade Espanhola? abs

  36. Andréia Gyorfi says:

    Boa tarde, estou começando um processo para estudar aqui SP, em um polo da Uned, mas a secretária não ajuda em nada… Por exemplo cheguei no ponto em que tenho que pagar a Tasa de homologación, preenchei as 3 vias, já fiz todos os trâmites com a documentação legalizações, tradução juramentada…E no polo ela não sabe me dizer onde eu pago! Será que vc tem ideia?

  37. Bianca Paiva Pereira says:

    oi Glenda tudo bem? estou querendo cursar medicina na Espanha e gostaria de saber se quando você foi validar seu diploma você obteve alguma nota de corte e quantos pontos você tirou se não for incoveniente para você me dar tal informação. É porque necessito de uma base para saber quanto vale nosso diploma do ensino médio e/ou superior. As informações dadas por você no texto acima me foram bastantes uteis, porém eu necessitava dessa também.
    Parabéns pelo blog muito legal!

  38. Soraya Guadix says:

    Oi Glenda…seu espaço na internet é muito bom.
    Sou formada em Odontologia com especializações a 28 anos, meu marido em Direito mas fez pós em administração e logística. Trabalha a 23 anos com logística/distribuição/transporte e áreas afins.
    Tenho a dupla cidadania espanhola, falo e compreendo bem o espanhol porém não escrevo nada bem.
    Estamos com 50 anos de idade não temos filhos e penso a muito tempo desde que estive a 1ªvez na Europa em me ir viver e trabalhar na Espanha.
    Agora podemos mas pelo que li no blog não há emprego, não vou a Europa desde 2007 e é diferente a visão que se tem como turista e como residente.
    Validar o diploma de odontologia meu e o de administração e logística dele me parece um caminho bem difícil pelo que li nos post. É isto mesmo?
    Tenho parentes de 1ºgrau na França em Avignon e Paris sei que tenho parentes na Espanha mas nunca fiz contato, creio que em Malaga e Sevilha.
    Você não aconselha a ir morar na Espanha e trabalhar?
    Creio que tem contatos bons no Brasil então acredita que não é uma boa opção sair do Brasil?
    Sei que estou te perguntando uma coisa pessoal, mas é isto mesmo, você esta na Espanha se fosse para sair agora do Brasil para Espanha sairia?
    Obrigada fico aguardando a resposta.
    Soraya…

  39. Soraya Guadix says:

    Oi eu de novo…na verdade a última vez que estive na Europa foi em 2010, fizemos um tour por algumas cidades de Espanha, fui ao Marrocos e ficamos um tempo com meus tios e primas em Paris e Avignon.
    Mas é o que já escrevi a visão minha é de turista…você tem outra visão que é a que me interessa agora se puder passe um pouco desta visão de como é validar os diplomas para poder trabalhar, ou se é melhor começar em outra área a buscar emprego, como esta a situação do país sócio/econômica.
    Obrigada mais uma vez.

  40. Francieli says:

    Boa noite! Acabo de conhecer a página, achei bem interessante!! Nao sei se já algo escrito sobre, se é permitido ou nao o ingresso em universidades ou escolas técnicas estando ilegal no país, se sim qual título?!

  41. suzana nascimento says:

    olá Glenda,me tira uma dúvida por favor.
    o meu noivo é formado em educacao fisica,e já trabalha a alguns anos na área,e tem uma ampla experiencia como instrutor de academia.
    mais a questao é que ele tem a pretencao de vir morar aqui na espanha.o que ele faz primeiro,homologar o diploma…e mais o que referente a sua formacao academica?
    espero um retorno,e desde já te agradeco pelo belo servico de imformacao,Suzana.

  42. Amanda says:

    Olá, obrigada por compartilhar, é difícil encontrar informações por aqui.
    A única coisa que fiquei na dúvida é se sempre precisa fazer o trabalho final de novo lá.
    Também sou arquiteta e vou começar com o processo agora, mas se souber que preciso fazer outro TFG acho que desisto antes de começar kkkk

    Obrigada

Leave a Reply to Cristiane

Glenda Dimuro