bookmark bookmark  
Glenda DiMuro On November - 16 - 2011

Existem muitas coisas nesse mundo de Deus que eu ainda não entendo, e nem sei se algum dia chegarei a entender.

Uma delas é por que no Brasil a gente chama o churros de churros “espanhol”. Não sei se em todo o Brasil existe churros, mas o fato é que lá nos meus pampas sim comemos churros, e não é qualquer um, é o espanhol. Uma massa frita (e gordurosa, diga-se de passagem), comprida e em forma de engrenagem, com açúcar na volta (que acaba grudando por causa do óleo), e que é normalmente é recheado com doce de leite (hoje em dia há outras variações como o recheio de brigadeiro). Pronto, se você não sabia o que era um churros espanhol, ficou sabendo.

  Acontece que eu nunca vi um churros desse tipo aqui na Espanha. Nunquinha. Aqui se come muito churros, principalmente no inverno, mas não tem nada a ver como o churros espanhol brasileiro. A gordura é a mesma, mas a diferença fundamental é que eles aqui não são recheados. O modo de fazer também é outro, já que no Brasil se utiliza uma maquininha que dá aquela forma típica e na Espanha a maioria das vezes eles são feitos em forma de espiral, dentro de uma panela cheia de óleo (uma maravilha para o colesterol) e depois são cortados para serem servidos em porções.

  É uma comida bastante típica, principalmente para substituir o café da manhã, já que sempre se come acompanhado de chocolate quente (e em alguns casos de café com leite).

Dizem que o churros entrou na América pelas mãos dos espanhóis e foi então quando ganhou o recheio.

Eu adoro os dois tipos, mas uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. Definitivamente, o churros brasileiro não tem nada a ver com o espanhol. É como os crepes suíços. Nunca fui à Suíça, mas algo me diz que lá também não se come crepes com recheio nas “orelhas”.

Mas uma coisa eles têm em comum: as malditas CALORIAS!

Categories: Brasil, Espanha

15 comentários

  1. Lucy says:

    Glenda, em São Paulo também se come churros, como o que você descreveu da sua terra, só que não os chamamos de “espanhol”. São churros e ponto. Aliás, há tempos não venho uma maquininha daquela de churros! Conheço um lugar na Mooca, bairro de SP cheio de imigrantes italianos e espanhóis também, onde se faz os churros como os da St Gines, de Madri: fininhos e maravilhosos. Em Buenos Aires também comem churros – muito! – e é mais parecido ao brasileiro mesmo… e lógico, os argentinos dizem que é invenção deles, como o doce de leite.
    Aqui em Múrcia, além dos churros têm as “porras”, que são muito parecidas aos churros do Brasil, ou seja, mais grossas que os churros espanhóis, só que não vêm recheadas, apenas polvilhadas com açúcar. Aí em Sevilha não tem “porras”?
    Beijão!

    • Glenda DiMuro says:

      Porras é f… né Lucy? Sim, aqui tem também. Mas como regra geral também são chamadas de churros. Na maioria dos lugares sempre diz “churros con chocolate” e você nunca sabe se vai vir dos fininhos ou do estilo “porras”. Eu prefiro os fininhos…delicia… por isso já tenho meus bares preferidos! 🙂

  2. antonia says:

    Oi Glenda aqui na >Galicia sim que tem as maquinas de fazer churros, eles fazem pequenos e colocam açucar, açucar com canela, ou molham no chocolate derretido, e muito comum nas ferias, e te dam um cucurucho com dez, eu adoro sao sequinhos e crocantes, e tambem tem congelado pra vender eu comprava sempre no carrefour pra fazer domingo de manha, mas agora vou na feria e compro que nem pastel de feira, aqui sao os churros e o pulpo.
    Um beijo

    • Glenda DiMuro says:

      Eu também sempre comia os congelados, logo que chegamos… Depois tive que cortar por culpa do colesterol! ;(

  3. Durante minha passagem por Sevilha, comprei churros num estabelecimento da Calle Cano y Cueto ao lado do Restaurante Tres de Oro (ao lado do hotel onde eu e minha esposa ficamos hospedados), na esquina com a Puerta de la Carne e a Calle Santa María la Blanca, bem na entrada do bairro Santa Cruz. Como eu sempre – desde criança – comi churros grossos com recheio de doce de leite, comer churros fininhos com calda bem escura de chocolate foi uma experiência marcante. O interessante é que o churreiro não estipula um preço exato para os churros: cada cliente dá aquilo que sentir vontade e ele faz o doce conforme os euros que recebe.

  4. Mile says:

    Eu nunca escutei o tal “churros espanhol” no Brasil, é churros e ponto, como disse a Lucy.
    Penso que no Brasil os “churreiros” adaptaram os churros ao gosto do brasileiro, que diga-se de passagem acho bem mais gostoso recheadinho.
    Bjoks

  5. Tatiana says:

    Rsrs…nem sabia que no Brasil chamavamos de churros espanhois, nossa…eu amaaava, principalmente os de recheio de creme.
    Bjks!!

  6. Moni says:

    Aqui em Salvador/BA só se fala churros mesmo e o açúcar é misturado com canela… além do recheio de doce de leite algumas pessoas também vendem com chocolate e queijo (nunca tive coragem de comer).

  7. Camila says:

    Oi Glenda! Sou paraense mas moro em sao paulo, e nos dois lugares se chama só “churros” mesmo. Aliás, o que tem recheio de chocolate é uma perdição.

    Agora, fui só eu que lembrei dos churros da Dna Florinda com essa foto dos churros e das xícaras???

  8. cristina says:

    CHURROS&CIA!!!!!na PRAÇA do IMBUI….MUITO DELICIOSO!!!!!!!!!!COM SABORES DE DOCE DE LEITE,CHOCOLATE,GOIABADA,QUEIJO.

  9. ERIKA says:

    Mas a massa do churro espanhol é salgada ou doce? Porque aqui em Recife/PE, a masssa é meio adocicada e vi receitas que só usam açúcar para polvilhar depois, com a canela.

    • Glenda DiMuro says:

      É uma massa meio doce sim, meio sem gosto, mas salgada não é!

    • Marcelo says:

      O verdadeiro churros espanhol é o salgado que já existe desde das épocas romanas´aqui no Brasil o churros foi modificado para doce e com recheios do jeito que brasileiro gosta.mas ainda encontramos em algumas feiras o verdadeiro churros espanhol, mas devagar está sendo extinto e o churros doces tomando seu lugar,hoje em dia a juventude da preferencia pelas comidas recheadas.

  10. agenor says:

    alguem tem a receita da porras espanholas se tiver por favor me ajudem

Deixe o seu comentário

Glenda Dimuro